quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

SALÁRIO


Mínimo vale R$ 510,00 a partir de janeiro .


Reajuste determinado pelo governo federal foi de 9.6 % representando um aumento de R$ 45,00.



PEQUENAS PREFEITURAS COMO A DE MORENO TERÃO QUE DEMITIR OS CONTRADOS PARA RESPEITAR O LIMITE DE 54% DE RECEITA COM DESPESAS DE PESSOAL. CONFORME PREVÊ A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL( LRF)

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

FOTOS DE MORENO







segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

CURIOSIDADE



Como as moscas conseguem fugir tão rápido quando tentamos matá-las
O corpo delas é todo coberto de pêlos que funcionam como minirradares.
Eles são especialmente sensíveis a movimentos no ar.
O movimento da mão ou de qualquer objeto cria uma flutuação no ar e permite que a mosca voe antes de receber o golpe que a mataria. Uma mosca doméstica vive cerca de três a oito semanas. Nesse meio tempo, ela produz de 400 a mil ovos.
Toda essa fertilidade faz com que uma fêmea possa ter seu número de decendentes, enquanto viva, escrito com treze dígitos (ou seja, cerca de um quatrilhão de parentes, entre filhos, netos e bisnetos).
Além de ter famílias muito grandes, a mosca também é muito suja para alguém do seu tamanho. Um único espécime pode carregar consigo aproximadamente 1.250 milhões de bactérias.

sábado, 26 de dezembro de 2009

PRESENTE DE GREGO


A COMPESA de moreno
nesta noite de NATAL
Nos deu um presente imoral.
Faltou água na cidade
Deixando a comunidade
De prato e colher na mão
Pano de prato e de chão
Não podia ser lavado
Ficou tudo amontoado
Por cima de pia e balcão.

Se estendeu pela noite
e durante todo dia
Só se via a romaria
Levando lata , panela
Caçarola , pinico e tigela.
Num verdadeiro alvoroço
O povo fazia um esforço
Sem perde a esperança
Também sem fazer cobrança
Seguia a procura dum poço.

Hoje temos internet
Geladeira e televisão
Coisa que um cristão
Jamais pensou em usar
Mas se para pra pensar
E usar toda a razão
Chegara a conclusão.
Água e moradia descente
E coisa que pra toda gente
Jamais devia faltar.

domingo, 20 de dezembro de 2009

ESPAÇO LITERÁRIO


Aurora em Brasília Roberto Numeriano

Um dia,
Brasília cairá.
A cúpula aberta para o céu recolherá todas as águas
para quem tem fome e sede.
A cúpula voltada para a terra abrigará
os candangos de ontem e de hoje.

Não...
Não haverá incêndios e gritos.
Não haverá barricadas.
Nem balas ou pedras.

Cairá num grande abraço de ferro,
pelas mãos do povo.
Mãos de lápis.
Mãos de foices e martelos.
Mãos tecedeiras.
Mãos de fuzil.
Mãos de barro e de flor.

Um dia,
Brasília cairá.
E nela vai desaguar a terra e o sangue dos tempos.
Memórias pantanais.
Mandacarus caatingueiros.
Pampas minuanos.
Amazônicos silêncios.
E Canudos.
E Contestado.
E Farroupilha.
E Confederação do Equador.

Ergue-se-á uma assembléia de olhos de sonhos.
Das bocas voarão palavras livres.
Dos votos, a verdade sem a fraude das ilusões.

Um dia, Brasília cairá.
Abrigar-se-ão, nessa terra vermelha,
As mães amamentando as bocas de futuro de seus filhos.
E haverá terra.
E haverá pão.
E haverá escola.
E haverá trabalho.

Brasília e Recife, abril de 2008 e abril de 2009

Confraternização da Micro Moreno

A associação dos micro e pequenos empresários de Moreno/PE -MICRO MORENO - realizou na última sexta-feira -18/12/2009. Na ocasião foram entregue diplomas de cursos realizados pela associação. Participaram do evento representando a Prefeitura Municipal do Moreno a Secretaria de Ação Social Marcia, o representante dos panificadores de pernambuco Nino, o diretor o Jornal tribuna Metropolitana Izaias Carvalho e o representante do Tabloide A-Centeha Paulo Cezar. Veja fotos do evento no nosso blog


CONFRATERNIZAÇÃO MICRO MORENO - 2009

WALTER ,ARTISTA PLÁSTICO, E EDUARDO COSTA, REPRESENTANDO O ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE VAVÁ COSTA.



CONFRATERNIZAÇÃO DA MICRO MORENO

A Micro-Moreno( Associação dos micros e pequenos empresários do Moreno realizou na última sexta-feira (18/12/2009) a sua primeira confraternização. Na ocasião foram entregue diplomas aos associados que realizaram cursos na área de empeendimento.


sábado, 12 de dezembro de 2009

TIRADENTES: BODE EXPIATÓRIO


Tiradentes, o bode expiatório. Por Laura Pinca.
Novos estudos históricos apresentam uma inconfidência mineira diferente daquela que nos narram os livros didáticos. Embora a historiografia oficial considere a inconfidência mineira (1789)como uma grande luta para a libertação do Brasil, o historiador inglês Kenneth Maxwell, autor de "A devassa da devassa" (Rio de Janeiro, Terrae Paz, 2ª ed. 1978.) que esteve recentemente no Brasil, diz que "a conspiração dos mineiros era, basicamente, um movimento de oligarquias,no interesse da oligarquia, sendo o nome do povo invocado apenas como justificativa", e que objetivava, não a independência do Brasil, mas a de Minas Gerais. Esses novos estudos apresentam um Tiradentes bem mudado: sem barba, sem liderança e sem glória. Segundo Maxwell, Joaquim José da Silva Xaviernão foi senão o "bode expiatório" da conspiração. (op.cit., p. 222) "Na verdade, o alferes provavelmente nunca esteve plenamente a par dos planos e objetivos mais amplos do movimento." (p.216) O que é natural acreditar. Como um simples alferes (o equivalente a tenente, hoje)lideraria coronéis, brigadeiros, padres e desembargadores? A Folha de S. Paulo publicou um artigo (21-4-1998) no qual se comentam os estudos do historiador carioca Marcos Antônio Correa. Correa defende que Tiradentes não morreu enforcado em 21 de abril de 1792. Ele começou a suspeitar disso quando viu uma lista de presença da Assembléia Nacional francesa de 1793, onde constava a assinatura de um tal Joaquim José da Silva Xavier, cujo estudo grafotécnico permitiu concluir que se tratava da assinatura de Tiradentes. Segundo Correa, um ladrão condenado morreu no lugar de Tiradentes, em troca de ajuda financeira à sua família, oferecida pela maçonaria. Testemunhas da morte de Tiradentes sediziam surpresas, porque o executado aparentava ter menos de 45 anos.Sustenta Correa que Tiradentes teria sido salvo pelo poeta Cruz e Silva(maçom, amigo dos inconfidentes e um dos juízes da Devassa) e embarcado incógnito para Lisboa em agosto de 1792. Isso confirma o que havia dito Martim Francisco (irmão de José Bonifáciode Andrada e Silva): que não fora Tiradentes quem morrera enforcado, mas outra pessoa, e que, após o esquartejamento do cadáver, desapareceram com a cabeça, para que não se pudesse identificar o corpo. "Se dez vidas eu tivesse, dez vidas eu daria pelo Brasil". Como só tinha uma, talvez Tiradentes tenha preferido ficar com ela.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

PESQUISA DE OPINÃO

É MUITO PEQUENA A PARTICIPAÇÃO DAS PESSOAS NAS QUESTÕES SOCIAIS. É COMUM ENCONTRARMOS PESSOAS DESILUDIDAS, QUE NÃO ACREDITAM EM MAIS NADA, MESMO ASSIM A VIDA CONTINUA ENQUANTO UMA MINORIA ESTÁ SEMPRE SE BENEFICIANDO COM UM DINHEIRO QUE DEVERIA SER UTILIZADO EM BENEFICIO DA POPULAÇÃO.
SE TODOS COMEÇARMOS A DIVULGAR NOSSA OPINIÃO SOBRE A ATUAÇÃO DOS NOSSOS REPRESENTANTES MUDAREMOS ESSA REALIDADE.
NÃO PODEMOS AVALIAR NOSSOS REPRESENTANTES APENAS NA ÉPOCA DAS ELEIÇÕES.
VAMOS VOTAR NAS NOSSAS ENQUETES E DIVULGARMOS O RESULTADO NO TABLOIDE A-CENTELHA.

MOVIMENTO DA REFORMA URBANA

MOVIMENTOS DA REFORMA URBANA

REIVINDICAM PROMESSAS DE GOVERNO


Entidades e movimentos sociais de luta por moradia ligadas ao FORUM ESTADUAL DE REFORMA URBANA-FERU estarão realizando no próximo dia 10, a partir das 08:00 H, com concentração na Praça Osvaldo Cruz , Boa Vista, uma grande manifestação que seguirá em passeata pela Conde da Boa Vista até o Palácio do Campo das Princesas, com o objetivo de reivindicar o cumprimento da Plataforma da Reforma Urbana para o Estado de Pernambuco apresentada pelo FERU, e que se constitui numa promessas de campanha quando ainda o Governador Eduardo Campos era candidato . A coordenação do Fórum vem tentando desde Setembro deste ano uma audiência com o Governador, mas não vem obtendo resposta do Gabinete. Entre as reivindicações estão: mais apoio e fortalecimento do CONSELHO ESTADUAL DAS CIDADES, que neste momento encontra-se fragilizado e sem respaldo em suas decisões e encaminhamentos; Colocar em funcionamento o Fundo Estadual de Habitação, destinando recursos suficientes para atender as demandas de habitação popular no Estado. Elaborar uma política eficiente e de prevenção contra os despejos forçados.Como exemplo citamos as famílias despejadas cotidianamente pelo Cotonifício Moreno; as famílias da ocupação Miguel Arraes, no Torrões; e na ocupação Caixa DÁgua, em Dois Unidos; ente outras reivindicações

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

FESTAS NATALINAS


Uma questão de segurança.


A cidade já começa a sentir o clima do Natal.

todos os anos os parques são instalados em nossa cidade e mesmo que não entre para as estatísticas os acidentes acontecem. No ano passado um cidadão tropeçou num tirante que fixava um dos brinquedos e sofreu várias escoriações. Para que fatos dessa natureza ,ou piores ,não acontecam segue algumas sugestões:

- A administração deveria autorizar a armação dos parques mas o mas o funcionamento só deveria ocorrer depois dos mesmos serem vistoriados pelas autoridades competentes; onde seria vistoria a parte elétrica e mecânica dos brinquedos garantindo um espaço para passagem dos frequentadores que são em sua maioria crianças;



- centralizar todos os parques no espaço cultural ( É UM ABSURDO O FUNCIONAMENTO DO PARQUE NA PRAÇA DA BANDEIRA , ONDE APENAS UM PARENTE DO PREFEITO É BENEFICIADO)

- Organização das barracas em local específico;

- Local com uma comissão responsável para atender s reclamações que venham ocorrer durante o período natalino;

- a administração em parceria com a polícia militar deve arrumar um local para colocar as viaturas nos dias em que estiver festa no espaço cultural , isto é, para facilitar o deslocamento das mesmas , quando necessário.