terça-feira, 30 de junho de 2015

MEU CARO PROFESSOR

NO  REINO  DA  MEDIOCRIDADE


Houve um tempo, quando os animais falavam, que tudo começava com “Era uma vez”. Havia reis, rainhas, cavaleiros andantes disputando a honra de princesas. Havia castelos, tavernas, florestas com duendes e animais que se metamorfoseavam em gente e gente que virava bicho. Era o tempo das lendas e das fábulas. Criações do povo que foram passando de geração em geração e foram recolhidas por escritores, que popularizaram essas histórias com o nome de Literatura Infantil.

Bem, mas onde fica o reino da mediocridade em tudo isso? Aqui mesmo, nesta pátria imensa, de contraste entre riqueza e pobreza, que comporta tanto autoritarismo e tanto desgoverno, tanto sábio e tanto ignorante, tanto cientista craque e tanto ministro perna de pau. Esse lugar fica mais perto do que a gente imagina. Um lugar onde um candidato a rei, subserviente ao desgoverno-mor, promove austeridade a uma maioria ignorante e perna de pau.
Vixe Maria, eu tô na terra que, enquanto o resto da Paraíba aprendia a ler, esqueceu o bê-a-bá! Mas, como pode uma cidade viver de um jargão que não convence mais ao mais incauto dos estudantes do curso primário de uma escola pública qualquer? Eu disse primário? Como estou atrasado! Aliás, pude perceber o meu atraso quarta-feira última (dia iluminado pelo nascimento de Bárbara), no jantar de posse da nova diretoria do Rotary Clube de Cajazeiras. Sentei-me ao lado de um professor de português do antigo primário, lá atrás, nos idos das décadas de 60 e 70. Ele conversava sobre o ensino de antanho. E eu ouvia meio admirado e meio maravilhado com aquele professor ostentando cultura e saber de causar inveja a tanto hermeneuta empapuçado de discursos verborrágicos. Lembrai-me que sou um professor universitário, que tenho alunos já professores do “primário”, que nesse reinado de incompetência e mediocridade ingressam na Universidade sem as noções de latim, francês, inglês, filosofia, sociologia, história, português... O quê?? É sim, meu caro leitor, português. E do jeito que este reino vai, na base do faz de conta, nós estaremos (en)fadados a rebolar a bunda ao som do axé e do forró de plástico, choramingando as letras dos chitãozinhos da vida e colecionando diplomas de mentirinha.
Desculpe-nos, meu caro professor primário, refiro-me a nós porque somos uma sociedade medíocre e abrigamos um magote de incompetentes. Do lado de cá, da vicejante terra de Padre Rolim, temos uma Escola Técnica Federal (hoje, CEFET), um Campus avançado da UFPB e inúmeras escolas, mas a maioria dos nossos professores não conhece Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda, Nélson Werneck Sodré; apesar de viver no sertão, nunca leu Os sertões; e o que dirão de Drummond, Bandeira, Graciliano, Rosa, Rachel, Alencar, Machado? Seria um esforço sobre-humano. Não vou falar em Camões, Pessoa, Camus, Sartre, Genet, Proust, Balzac, Tólstoi, Dostoiewsky, Faulkner, Mansfield, Poe, Kafka, Neruda, Borges, Gabriel, Llosa..., nem pensar, são nomes difíceis até de pronunciar (a rima interna foi involuntária); sem falar nos pensadores, de Sócrates a Morin, que dão um nó danado na tripa cerebral.
Tá vendo, meu caro professor primário, estes autores que descortinaram seu mundo estão fadados a contar suas histórias somente para aposentados como o Senhor e para uns poucos atrevidos que ousam desafiar a estupidez.
Um dia, quem sabe, uma fadinha, cansada da nossa incompetência, resolva acertar-nos com sua varinha de condão, para que possamos acender a nossa escuridão (lá vem de novo a rima interna). Ou quem sabe alguma “autoridade” in-vestida de uma farda, na base do cacetete, nos faça ver estrelas, para que possamos acordar deste sono pesado e inculto e resolvamos ocupar o nosso espaço, para sermos respeitados por esses reizinhos de papelão.
Era uma vez uma escola repleta de professores bem pagos, que liam e...não se envergonhavam disto.

Carlos Gildemar Pontes
Gildemar Pontes

segunda-feira, 29 de junho de 2015

MORENO - NA MIRA DE JAILTON LAURIANO

Jailton Lauriano
Chuva de Segunda - Feira, 30 de Junho, Rio Jaboatão, Rua Moacir Campelto, Alto de Liberdade
Foto : Jailton Lariano

CONHECENDO O NORDESTE

Igreja   em Aliança /PE -   Abril/2015  -  Foto Profº  Geovane  Nnunes

FESTEJOS JUNINOS



O que fizeram de tu, Caruaru
Dos festejos de São João
Aonde antes reinava A sanfona e o baião
E atualmente se vê Sertanejo e pancadão
O Pátio que é do Forró 
Com a bênção de Gonzagão
Agora abriga Zezé de Camargo e Safadão
Sem preconceito de estilo 
Entenda minha aflição
Pois tua festa surgiu 
Por causa de Azulão
Por causa de João do Pife
Por causa da tradição
Gente como Onildo Almeida
Sebastião do Rojão
Hoje só o que se vê
Nessa imensa confusão
É uma festa sem graça
Sem conteúdo e paixão
Aonde o expectador
Não dá conta do valor
Natural da grande festa
Nossa maior expressão
Os trios de pé de serra
Não têm devida atenção
Ficam em segundo plano
Num palco sem dimensão
É até as bandas de pífanos
Símbolos da região
Têm que ficar de joelhos
Pra entrar na programação
Eu sei, vão justificar
E tentar argumentar 
Que o artista da terra
Não faz jus à multidão
E que o patrocinador
Manipulando o povãoVai roubando o que é da gente
Sem pudor e sem razão
Eu prefiro acreditar
E digo de coração
Que essa festa na verdade
Possui a grande função
Que é a de agregar
Valores e consagrar
Mantendo a fogueira acesa
Na chama da tradição
Quando meu filho crescer
Vou assumir a função
De explicar para ele
Que havia na região
Uma festa muito linda
Com fogueirinha e balão
Onde as pessoas sorriam
Dançando ao som do baião
“Meu filho tudo acabou
perdeu a cor e mudou
E hoje o que só ficou
Foi essa coisa sem chão
Desculpe, mas nós erramos
Nos perdemos na missão
E a tua geração
Nunca vai saber ao certo
Nem mais vai sentir de perto
A festa de São João”.autor Bruno Lins

sábado, 27 de junho de 2015

MORENO - A LOCOMOTIVA EMPERROU

Todos nós sabemos da importância das festas juninas para a economia, para a cultura e para o desenvolvimento do município. Quando o prefeito  explora e valoriza a cultura dos festejos de São João movimenta a economia  e faz com que os  pequenos   comerciantes que vedem  bebidas, comidas  e  outros artefatos juninos   tenham um ganho extra   que  pode parece pequeno mas  se olharmos no geral  faz com que   a  população  acredite  no seu   poder  para  movimentar a  economia   e  atrair  pessoas  das  cidades vizinhas. 
Ficamos tristes quando  o prefeito  diz que  o município não tem condições de realizar os  festejos  devido a falta de recursos .   Será que  é realmente falta de  recurso ou  falta de habilidade  do gestor?
O abandono  da praça de evento  Zazart Gomes   é vergonhoso . 
 O que custaria  para a  administração municipal  convocar  a sociedade organizada , músicos e  artistas local para discutirem  o assunto?  Acreditamos que tenha sido simplesmente  falta  de compromisso  e incompetência.  
Não precisamos  fazer  um São João  com grandes bandas  e  artistas famosos  pois é  geralmente nesses casos onde existe  as falcatruas  e a roubalheiras.  Se o prefeito ao longo da sua gestão tivesse adquirido  respeito e  credibilidade  dos munícipes  poderia  juntamente com os setores organizados da sociedade   encontrar  uma  solução viável  para que fosse mantida a tradição  junina do nosso município dentro da nossa realidade. Com certeza idéias não faltariam, como por exemplo, construir o tradicional palhoção  de madeira , palha de coqueiro  e   lona  na praça Zazart gomes,  convidar  uma  banda  de forró  local  e realizar  pelo menos dois  eventos   para marcarem a festividade . 
Mas infelizmente  a atual gestão  não tem  capacidade nem seque para  consertar  de forma  definitiva os buracos  nas principais avenidas da cidade,  imagem  realizar  um evento  junino mesmo  sendo de pequena magnitude. 

sexta-feira, 26 de junho de 2015

QUEM VENDE SEU VOTO NÃO PODE EXIGIR NADA.

Ednaldo Tintino
Ednaldo  Tintino 

 O Povo só será verdadeiramente reconhecido e respeitado, quando começar a se organizar em suas comunidades de maneira harmônica e independente, valorizar o local que escolheu para morar, constituir família, não ficar tão somente dependente do Poder Público, colocar o bem estar de sua família acima das atitudes relapsas do Poder Público, não vender seu voto, cobrar de maneira soberana e independente de seus representantes no Executivo e Legislativo.
 Atualmente grande parte do eleitor não tem moral para exigir seus direitos porque vende seu voto, espero que um dia isso mude.Ednaldo Tintino

HOSPITAL E MATERNIDADE ARMINDO MOURA

GENTE!  A SAÚDE EM NOSSA CIDADE ESTÁ UM CAOS. HOJE AS 02:00 DA MANHÃ MINHA BEBÊ ACORDA QUEIXANDO-SE DE DOR NO OUVIDO. FIQUE TENTANDO AMENIZAR DANDO UMA DOSE DE REMÉDIO, MAS NADA ADIANTOU. AS 03:30 JÁ NÃO AGUENTANDO VER MINHA FILHINHA CHORANDO TANTO, RESOLVI LEVÁ-LA AO HOSPITAL ARMINDO MOURA, NÃO TINHA ESTETOSCÓPIO, NÃO TINHA NADA.  PRA FINALIZAR ELA APENAS TOMOU UMA INJEÇÃO DE DIPIRONA E FOI LIBERADA. SEI QUE OS PROFISSIONAIS DA SAÚDE NÃO TEM CULPA, POIS SE NÃO TEM O MATERIAL O QUE ELES PODEM FAZER. MAS DEIXO AQUI MINHA INDIGNAÇÃO A ESTA GESTÃO. AFINAL ONDE VAMOS PARAR?( Elizangela Maria )


quinta-feira, 25 de junho de 2015

MORENO /PE- O FALSO SAUDOSISMO


CAFÉ  COM  POLÍTICA
Não  temos nada a comemorar  nem tampouco podemos   vivenciar um saudosismo,  com lembrança   falsas e baratas  que  as vezes  tentam colocar nas nossas mentes.  Hoje Moreno  moreno vivencia uma  ausência de poder  de  líder político  que  tenha a coragem de encarar o povo    e os principais  problemas vivenciados pelos munícipes , que durante a sua campanha  prometeu  resolve,  mas  no passado  Moreno  não era nenhuma  "flor que se cheire", se na atualidade   reconhecemos que  a cidade está abandonada nas gestões  passadas Moreno era  notícia na mídia  com denúncia  de irregularidades   e uso indevido do dinheiro  público .  Literalmente  saímos do forno pra  frigideira. 
 Se no passado os inúmeros cargos de confiança   e  apadrinhados  dos  prefeitos   desfilavam  esbanjando  mordomias  e  a prefeitura  era um cabide de emprego  e com isso tinha   o apoio  dos puxa sacos   e agregados  que se beneficiavam  do poder  enquanto  o restante da população  fica apenas   contemplando   o mar de lama  em que a cidade estava mergulhada,   hoje    Moreno sofre  com a  falta de rumo  e abandono provocado  principalmente  pelo desespero de um  povo que  sem o menor  critério vota   no primeiro salvador da pátria  que  lhes apresentam.   O morenense   tem o dever de denunciar, fiscalizar  e  cobrar  da atual  administração as promessa  de campanha  e  doravante  aprender de uma vez por todas que  erra é humano mas permanecer no erro é burrice , repudiando  veementemente a volta  ao  passado  que  a duras penas  conseguimos   nos livrar  quando  pusemos fim  no  ciclo  vicioso  que  Moreno ficou  mergulhado durante décadas. 

quarta-feira, 24 de junho de 2015

NOTA DE FALECIMENTO


Faleceu na madrugada de hoje  Manoel Bizarro  vitimado por um infarto fulminante.  Segundo informações  Bizarro foi socorrido e levado para o Hospital Armindo Moura  mas não resistiu e faleceu antes de receber os primeiros socorros.  Bizarro  trabalhou boa parte  da sua vida em Moreno destacando-se  como artistas plástico com seus belos desenhos, na policial militar por sua luta incansável no combate a criminalidade  e na câmara  como vereador .  O seu corpo será velado no plenário da Câmara Munipal do Moreno e o sepultamento ocorrerá às 17:00h no cemitério Morada das Verdes  Colinas.

terça-feira, 23 de junho de 2015

A FOGUEIRA TÁ QUEIMANDO EM HOMENAGEM AO CAOS



Infelizmente  uma grande parte da população de Moreno continua  mergulhada na ignorância  e  esquece  o que realmente  interessa   e  são  importantes  para a cidade.   .  A última  coisa que  deveríamos cobrar  do gestor  Dilsinho Gomes  seria gastos  com    festejos Juninos ou com  outro de  qualquer  natureza .  
Defendemos que o  gestor  Dilsinho Gomes  não  tenha o mínimo gasto com  festas  em  Moreno  enquanto  não resolver os graves problemas  que  encontrou  e deixou aumentasse como  uma bola de neve  provocada  pela  avalanche de  "super dotados "  que  ao seu comando invadiu a nossa  cidade  contribuindo para o aumento do caos.  Todos sabemos que   o gestor   no  inicio do seu  governo atribuiu  o  caos  em  que Moreno se encontrava , com toda  a   razão , as gestões anteriores   e agora usa  a crise   nacional   para  tentar explicar  o seu desgoverno ,  mas em nenhum momento   assume   a responsabilidade pelos  atos   absurdos  e  pela   péssima  forma  com que vem  administrando  o  nosso município. 
Apesar  de sabermos que tem  uma porção  de  gente  que passaria a aplaudir o  prefeito se  ele simplesmente  realizasse  grandes festejos em Moreno, como já aconteceu no passado, continuamos  a  afirmar que  antes dessas festanças, que o povo tanto gosta ,  devemos cobrar   as suas principais   promessas de campanha   e  fiscalizar   minuciosamente   a sua  administração, coisa  que infelizmente   a  nossa  câmara, cujos  vereadores  deveriam se  auto beneficiar com a  comenda de  Barão de Morenos,  não  faz.   

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Qual a função dos “puxa-sacos” na política ?

OBabão de Político” é aquela pessoa que bajula o Chefe/Político e ao qual sempre procura não desagradar e em hipótese alguma contra a ele emite uma posição contrária. O seu perfil é de uma pessoa pobre de espírito e que somente age assim com medo de sofrer represálias tanto do seu Chefe/Político, quanto dos demais babões. O babão de político geralmente é aquela pessoa egoísta e que quer alcançar resultados a todo custo, nem que para isso tenha que fazer fuxicos ao seu Chefe/Político sobre o seu colega, sobre alguns eleitores, sobre determinado servidor ou ocupante de cargo comissionado. O babão de político também procura ter o máximo de intimidade com o seu Chefe/Político, o qual por ser uma pessoa vaidosa e apegada ao poder, adora ser babado. Os babãos são pessoas traidoras, falsas. Lacaios,mediocres. O babão de político diz que gosta muito do Chefe/Político, que é uma pessoa especial, vive constantemente freqüentando a casa do Chefe/Político, sempre que tem chance dedura o amigo de trabalho, distorce a verdade dos fatos, tolera atitudes deseducadas do Chefe/Político, descaradamente demonstra ter medo do Chefe/Político.Prefeito entra, Prefeito sai e tem uma figura que sempre está presente… e você sabe quem é? O “babão de político”. Apesar de que, normalmente o babão de políticonão gosta de trabalhar, mas, está sempre grudado no “Chefe/Político”, catando as migalhas do poder. O babão de político sempre conta com uma grande criatividade (para o mal), em geral é desocupado, vive inventando boatos a favor do “Chefe/Político” e contra os “adversários”. Sem falar que obabão de político quase sempre consegue viver à custa da população ocupando cargos públicos (sem concurso é claro) e normalmente são “Assessores”.Além do babão de político, ainda existem o puxa saco e o lambe botas, que são todos farinha do mesmo saco!!!
Autor:Paulo Roberto Jornalista- 

domingo, 21 de junho de 2015

quarta-feira, 17 de junho de 2015

MORENO/PE - Estagiários em sala de aula com pagamento de bolsa bastante inferior ao piso do magistério

O direito à educação, consagrado pela Constituição Federal, prevê que todos os indivíduos merecem frequentar uma escola com professores devidamente habilitados, de modo a construírem seu aprendizado. Em defesa desse direito, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ajuizou uma ação civil pública, na 1ª Vara Cível de Moreno, para garantir a presença de professores nas salas de aula da rede pública municipal.
A ação com antecipação de tutela proposta pelo MPPE requer à Justiça a condenação do município de Moreno a abster-se de manter estagiários assumindo de forma indevida a regência de disciplinas e a cumprir, até o primeiro dia letivo do segundo semestre, a obrigação de suprir a carência de professores em sala de aula, realocando profissionais que se encontrem em funções administrativas ou cedidos a outros órgãos públicos ou, no caso de impossibilidade, promovendo a contratação temporária de professores até que seja possível a realização de concurso público.

De acordo com a ação, o Sindicato dos Profissionais em Educação de Moreno (Sinpremo) noticiou ao MPPE que desde o início do ano letivo de 2015 havia escolas da rede municipal sem professor para turmas do 1º ao 9º anos do ensino fundamental.

Após receber a informação, o promotor de Justiça Leonardo Caribé solicitou ao Sinpremo a realização de vistorias nas unidades de ensino. O sindicato constatou que havia, nas escolas municipais Baltazar Moreno e Engenho Jardim, seis disciplinas que estavam sem professor. Em outras 30, as aulas estavam sendo ministradas por estagiários sem o devido acompanhamento de um profissional.

Leonardo Caribé destacou que os estagiários foram contratados para desempenhar atividades como planejamento e regência de aulas, elaboração de provas e preenchimento dos diários de classe, em desacordo com a Lei nº 11.788/2008 (Lei do Estágio), que define o estágio como atividade educativa supervisionada, com fins de formação.

“Não se concebe que o estagiário desempenhe a atividade de regência escolar, pois desse modo inverte-se a função do estágio, que deixa de ser atividade de aprendizado e passa a ser de ensino. Além disso, ao colocar estagiários em sala de aula com pagamento de bolsa bastante inferior ao piso do magistério, há uma desvalorização dos professores. A qualidade do ensino também fica prejudicada, tendo em vista a falta de formação técnica dos estagiários”, fundamentou o promotor no texto da ação civil.

O representante do MPPE ressaltou ainda que tentou resolver a situação de forma extrajudicial, por meio da celebração de termo de ajustamento de conduta com o município. No entanto, a Secretaria de Educação alegou limitações financeiras para preencher o quadro de professores.

Depois de receber a resposta do município, o MPPE procurou a Gerência Regional de Educação Metropolitana Sul, que emitiu parecer condenando a justificativa da gestão municipal. Segundo o documento, o estagiário pode auxiliar e, eventualmente, substituir o educador, mas jamais ser contratado para assumir sozinho a regência de sala de aula.

“Tal prática pode comprometer a formação dos futuros profissionais e também implica em riscos para a formação dos estudantes. O estagiário não pode ser usado como mão de obra barata, assumindo o trabalho e as responsabilidades de um trabalhador empregado. Tais atos na Educação banalizam-na e a tornam mais precária do que já se apresenta”, concluiu o parecer da Gerência.
MPPE

- See more at: http://inajanews.com/index.php/entertainment/geral/item/3356-mppe-ajuiza-acao-para-que-moreno-garanta-professores-suficientes-na-rede-municipal-de-ensino#sthash.QRuXjR3i.j9M2fLuV.dpuf

segunda-feira, 15 de junho de 2015

MORENO - PROJETO DE LEI COM ERROS




A administração de Dilsinho Gomes em Moreno parece uma máquina a vapor dos anos 50 chamada de maria fumaça caracterizada pelo excesso de fumaça que escondia a sua forma física e devido as suas engrenagens arcaicas arrastava-se sobre os trilhos lentamente tal qual as tartarugas pré históricas . A última pérola dessa gestão é a forma como está sendo encaminhado o Plano Municipal de Educação onde a atual Secretária Rosana Mota de forma arbitrária envia para o gabinete do prefeito o referido plano sem a maioria das alterações votadas e aprovadas pelos delegados durante a conferência realizada no mês passado, como se esse abuso de poder não bastasse o prefeito encaminha da forma como recebeu da secretária para a câmara de vereadores o projeto de lei . Vale salientar que a diretoria do SINPREMO solicitou da secretaria de educação uma cópia do projeto modificado antes de ser encaminhado a câmara de vereadores . 
Diante de tanto descaso e falta de transparência só nos resta saber se os vereadores irão aprovar um Projeto de lei com erros como foi feito em 2013 onde constava uma orla marítima em Moreno. 
Só nos resta esperar.

domingo, 14 de junho de 2015

Aos que fazem a vida valer a pena


Moreno,  apesar de sua  microscópica    representatividade nos dá  uma  bela oportunidade   de   avaliarmos  o ser humano  na sua plenitude.   Aqui como diz o velho ditado  " tem gente pra tudo e ainda sobra um pra tocar flauta" .  É no subir e descer  das  avenidas , ruas e vilelas  que podemos  destacar  a hipocrisia.  Esse  parece ser  o maior problema  e causa   da nossa  miudeza e insignificância  política cultural e  social . Vivemos rodeados  de mentiras, falsos sentimentos, atitudes forçadas, hipocrisia. As vezes  isso nos dá a impressão de que tudo  é montado com um roteiro  de novela mexicana onde os  personagens  trocam farpas   para agradar os ouvintes  mas na calada  da noite  articulam e pactuam estratagemas .   Se observarmos   ao  nosso redor . no nosso dia -a -dia  veremos  com frequência  grandiosa ,   sorrisos fingidos, gente com  o dedo sujo de lama apontando o defeito do  outro, "amigos"  que  só esperam  vc dá as costas  pra "queimar seu  filme" , resumindo  um ar contaminado pela inveja  onde  cada um a custa  da desonra   e  da queimação  alheia  faz de tudo para  ser estrela  e brilhar  nesse  filme de terceira categoria . Felizmente  o motivo  da motivação felicidade para que  continuemos a  acreditar  na nossa cidade seja o fato de que  mesmo  em pouquíssima  vezes nos  deparamos  com pessoas de verdade, que olham no olho, são transparentes, sem mistérios. Elas são realmente  aquilo que se mostram para você. Estas pessoas de caráter admirável e sentimentos puros não se deixam levar pela onda de falsa devoção. 
O jeito é respirar fundo e ficar atento àqueles que realmente fazem a vida valer a pena   e afastar-se   dos hipócritas e fanfarrões . 

sábado, 13 de junho de 2015

MPPE ajuíza ação civil contra ex-prefeito de Moreno por improbidade administrativa



A partir das contas da gestão fiscal referentes ao exercício financeiro de 2005 julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ajuizou ação civil pública de responsabilidade por atos de improbidade administrativa em face do ex-prefeito de Moreno, Edvard Bernardo Silva (2005 – 2012).
O promotor de Justiça Leonardo Caribé reforça na ação que embora o ex-prefeito tenha cometido os atos de improbidade durante o exercício do seu primeiro mandato (2005 a 2008) no cargo, ele se manteve como chefe do poder Executivo municipal por mais quatro anos em virtude da sua reeleição (2009 a 2012), havendo portanto continuidade da administração do município, razão pela qual o marco temporal a ser considerado como início da contagem do prazo prescricional de cinco anos, previsto no artigo 23, inciso I, da Lei n° 8.429/92 (improbidade administrativa) é a data em que houve o término do exercício do segundo mandato, neste caso se deu no dia 31 de dezembro de 2012.
O TCE, através do Acórdão TC n°351/07, pronunciado nos autos do processo TC n° 0620002-3, identificou diversas irregularidades, entre elas o descumprimento do disposto na alínea a, do inciso III, do artigo 20, da Lei de Responsabilidade Fiscal, face o total da despesa com pessoal a qual correspondeu a 58,1% da receita corrente líquida, contra o percentual limite de 54% estabelecido pela Lei.
Também foi identificada a utilização indevida de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), no montante de R$ 28.995,00, em despesas com transporte de estudantes com destino à Faculdades nos municípios de Recife, Vitória de Santo Antão e Umbuzeiro, e à Escola Agrotécnica Federal localizada no município de Vitória, quando os valores repassados pelo Fundef devem manter vinculação com o ensino fundamental.
Outras irregularidades constatadas no exercício financeiro de 2005 já foram motivos de ação em 2013, quando em avaliação do exercício financeiro de 2006, por haver continuidade. O MPPE requer na ação civil a condenação do ex-prefeito Edvard Bernardo Silva em decorrência da prática de atos de improbidade administrativa que causam prejuízo ao erário e que atentam contra os princípios da administração pública, conforme o artigo 12, inciso II e III, da Lei 8.429/1992.
Fonte: avozdavitoria - 

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Benefícios da Jabuticaba Para Saúde

O BLOG  ACENTELHA  CONVIDA VC  A CULTIVAR  A  JABUTICABEIRA

Moreno sempre foi conhecido como terra dos eucaliptos  devido ao  seu cultivo  pela  Antiga fábrica de tecidos  mas   com o passar  do  tempo  perdemos esse referencial.
 O  Blog  ACENTELHA    lança  a campanha  em favor  do cultivo  da jabuticaba   por ser   de cultivo fácil  nos nossos jardins, quintais   e  praças .   CULTIVEMOS A  JABUTICABA !    Fruta  que pode tornar-se  o  novo  referencial   para a cidade  como outrora foi o eucalipto  alem dos seus enormes benefícios.




Jabuticaba é uma fruta que é baixa em gordura, pobre em calorias e pobre em carboidratos.Jabuticaba é  rica em Vitamina C e também contém outras vitaminas, como a Vitamina E,Tiamina, Niacina, Riboflavina e ácido fólico. minerais como Cálcio, Potássio, Magnésio, Ferro,Fósforo, Cobre, Manganês e Zinco. Além de vitaminas e minerais, Jabuticaba também é uma boa fonte de vários aminoácidos, ácidos gordos e muitos antioxidantes potentes que possuem propriedades anti-cancro e Anti-inflamatórios.
Estudos revelam que a casca da Jabuticaba é uma alta fonte de fibra alimentar e compostos fenólicos (antocianinas) que têm propriedades antioxidantes. Jabuticaba, juntamente com seus frutos família Myrtaceae tem alto teor de elagitaninos. A Casca da jabuticaba tem um dos maiores teores de ácido elágico. Antocianinas aumenta com a maturação do fruto. A Jabuticaba  é uma excelente fonte de vários nutrientes importantes.  Leia mais  sobre os Benefícios da Jabuticaba Para saúde!
http://www.saudedica.com.br/os-10-beneficios-da-jabuticaba-para-saude/


UM BURACO NO MEIO DO CAMINHO

FOTO : Alexandre luna 


Durante minha andanças pelas badaladas Avenidas de Moreno me deparei com uma cena no mínimo  inusitada. No momento que estou atravessando avenida para pegar o caminho de casa consegui presenciar esse flagrante, uma criança ao descer de um ônibus escolar vinha caminhando com os coleguinhas e quando de repente ela caiu dentro de um buraco localizado na entrada da rua nova Descoberta e avenida Cleto Campelo, nas proximidades  do acesso a escola Imaculada Conceição,  a criança com as graças de Deus não sse feriu  mais  chorou bastante sentido dores, dai  a pegamos  colocamos gelo em sua perna e demos um pouquinho de água com açúcar. Pois é!! Gente esse  buraco  pode causar sérios estragos tantos aos pedestres quanto aos motoristas e principalmente  a  crianças, segundo relatos de moradores dessa localidade esse buraco já existe a um bom tempo nem a PREFEITURA MUNICIPAL e nem a COMPESA tomaram as devidas providências e como sempre uma jogando para outra. É bom que as autoridades vejam essa situação antes que aconteça uma tragédia.
Vamos compartilhar essa publicação para que chegue ao conhecimento dos poderes executivo e legistivo  e  também  da COMPESA  que  sempre  deixa  buracos  por toda cidade  sob o olhar  conivente  do  gestor e dos vereadoes.
Queremos  registrar que  depois  das  repetidas postagens  no nosso BLOG  com relação ao buraco , NA ENTRADA DA AV. LAURA DE FREITAS ,que há varios meses  causava transtornos  a quem por ali passava,  foi devidamente recuperado. 

Postagem : Alexandre Luna

segunda-feira, 8 de junho de 2015

MORENO - SOLUÇÃO X PALIATIVO

 Todos os indicadores nos levam a crer  que  as cabeças pensantes  que administram a prefeitura municipal do Moreno  continuarão  errando até  o final  do seu  mandato   e não  conseguirão  compreender  nem tampouco entender  quais  devem ser os procedimentos  para  que  tenhamos um serviço  de  limpeza  urbana descente. Durante  a metade do seu mandato   o gestor  Dilsinho Gomes  juntamente com  seus comandados   deixaram de  realizar  o  serviço  básico, retirada dos entulhos  deixados  nas ruas   dos  bairros da  nossa cidade  e só  agora    divulga   a realização de  uma "operação de cata-entulho"   em apenas dois bairros  da cidade ,  como  se fosse uma  atividade  que  não se fizesse necessária   quase que diariamente. Depois de  dois  anos de completo abandono,  no mínimo   o prefeito  e  seu secretários de  serviços  deveriam anunciar que  a partir desta data   iriam  realizar  diariamente o serviço  que  deixaram de fazer durante metade do  seu mandato. 
É de conhecimento de todos que a  administração municipal   tem obrigação  de  manter  uma equipe   para  remoção  de  entulhos  deixados  pelos moradores  nas margens das ruas  e   também  criar  uma sistema de coleta desse  material  com normas  de procedimento para que    os moradores  saibam  a quem recorrer  para  que  esses entulhos sejam recolhidos  e que  muitas vezes oriundos de   reformas e construção  tendo a clareza  dos critérios  exigidos  pela gestão  para  solucionar esse problema. Infelizmente a atual gestão foi incapaz de  realizar  essa tarefa  e  hoje  de forma alheatória  tenta  minimizar o problema " tapando o sol com a peneira "   sem que  na realizada o problema seja  resolvido de forma devfinitiva. 
Dia virá  em que teremos uma gestão  que saiba  discutir com a sociedade organizada  e  tentando  de forma  TRANPARENTE   encontrar   solução  e não paliativos para os nossos graves problemas.      

domingo, 7 de junho de 2015

HISTÓRIA DE POCINHO-MORENO/PE

Casa grande e antiga escola de alfabetização para crianças do Engenho Pocinho.Sede da antiga Granja Santa Inés, registrado em suas histórias mais antigas como casa grande senzala, tempo dos escravos, caraterizando em sua estrutura física um porão.. Posteriormente funcionou como escritório da granja Santa Inés que marcou grande destaque pela excelência da técnica de criação de frango de corte, nas décadas dos anos oitenta e noventa, toda automatizada, pioneirismo em Pernambuco. 
Ana Paula Do Nascimento Nascimento
Matéria de  Ana  Paula  do Nascimento
Granja Santa inés, foi a chegada de várias oportunidade de emprego e renda para Pocinho nessas décadas. O inicio também do progresso, começo da eletrificação rural na localidade ( alguns sítios de moradores antigos), novas oportunidade de capacitação em outros setores ( como aprender a trabalharmos no setor de avicultura), e outros..... além da realidade local( meio de sobrevivência), que  era apenas o corte da cana-de-açucar. 
Proprietário o ‪#‎saudoso‬ Dr. Alceu de Oliveira.

FESTA JUNINA ENTRE AMIGOS