segunda-feira, 31 de agosto de 2015

SERVIÇO DE TAPA BURACOS NAS AVENIDAS TENENTE CLETO CAMPELO E DR. SOFRÔNIO PORTELA

Prefeitura  Municpal do Moreno   divulga  o início  da realização do  serviço tapa buracos  realizado  pelo  DER, iniciado na tarde de hoje (31) nas imediações da garagem da Borborema que deverão seguir por toda a extensão urbana da PE-07,  compreendendo  as avenidas Sofrônio Portela e Cleto Campelo.  Segundo  a PMM a previsão é que o  serviço  seja  concluído em até 15 dias.

domingo, 30 de agosto de 2015

ACORDA MORENENSE


quarta-feira, 26 de agosto de 2015

MORENO - KOMBEIROS E MOTO-TAXISTAS PROTESTAM CONTRA INDÚSTRIA DE MULTA

No dia de hoje   circulou na  cidade  um informativo  contendo a denúncia da possível criação de uma indústria de multa no município do Moreno onde os KOMBEIROS,MOTO-TAXISTAS E TAXISTAS, seriam os mais prejudicados e perseguidos,  inclusive com a possibilidade de realização de multas sem abordagem que seriam aplicadas pela guarda municipal
Diante de todas essa onda de notícias os Kombeiros e moto taxistas convidam os condutores a comparecerem a uma mobilização a fim de cobrar esclarecimento do poder público municipal e da câmara de vereadores do município.


LOCAL:  PRAÇA  DA BANDEIRA 
DATA:    O1 DE SETEMBRO  (TERÇA-FEIRA )
HORA:    09h


terça-feira, 25 de agosto de 2015

UM BURACO NO CAMINHO DOS PREFEITOS QUE PASSARAM POR MORENO

Foto: Jailton  luriano
Foto: Jailton Lauriano
Apesar de sabermos que Moreno  está  completamente esburacada   tem uma situação  que  é   peculiar  a  todos os prefeitos   que   passaram  pela Prefeitura Municipal do Moreno nas últimas décadas , estamos nos referindo  ao  antigo  buraco  situado na  Av Tenente Cleto Campelo ,na descida   da Igreja Matriz    próximo a entrada do antigo  Clube João  Pessoa.  Um buraco que tem história, um buraco  que desafiou  todos os prefeitos tornando-se simbolo  da falta de administração, de interesse  e de capacidade   dos  gestores  que  ao longo do tempo  não tiveram moral para  exigir uma  providência   dos  órgãos competentes para solucionar   esse  problema  que  com o passar  do tempo  torna-se   cada vez mais sério  na medida que o  nosso trânsito  aumenta  provocando   congestionamento   no centro da cidade   e risco para os  pedestres. 

MORENO- "A GENTE CRESCE JUNTO"


Fabiano Santos 

As frases de efeitos e os chavões políticos, são marcas registradas ao longo do tempo, não seriam diferentes na “terra das verdes colinas”. Um município que se aproxima dos noventa anos, encravado na Região Metropolitana do Recife, vivendo sempre no anseio do crescimento. “A esperança é a ultima que morre”, mas o povo já está cansado dessa ladainha, vejamos os municípios limítrofes como: Jaboatão dos Guararapes crescendo, Cabo de Santo Agostinho crescendo, Vitória de Santo Antão crescendo e São Lourenço da Mata seguindo o mesmo caminho. O que necessitamos para crescer? Será que os quase noventa anos, não nos credência sermos ator principal dentro de um cenário metropolitano de Desenvolvimento? Sonhar não custa nada, mas “A gente Cresce Junto”, quando a Educação deixar de ser mutilada diariamente, quando nossa Saúde sair do coma induzido, quando houver uma política Social de inclusão e quando o Comércio e os Serviços saírem da forca. “Choque de Gestão” todos entenderam cada ponto detalhadamente, as cicatrizes não se apagam com palavras, só as mãos calejadas dos filhos desta terra, irar construir o desenvolvimento restabelecendo a felicidade de nossa gente.

Foto: Jailton lauriano

Fabiano Santos
Formado em Lic. Plena em História pela Faculdade Integradas da Vitória de Santo Antão.



segunda-feira, 24 de agosto de 2015

O QUE PODEMOS FAZER PELA NOSSA CIDADE?

O grande problema é que, de modo gradativo, estamos nos esquecendo de indagar “o que podemos fazer pela nossa cidade?”.  Infelizmente  Moreno  não  pode ser tomada como exemplo de  participação democrática da população.  Por aqui nada  funciona ou funciona de forma precária, as  pessoas  não sentem-se  motivadas a  participa ativamente do Orçamento Participativo, das associações comunitárias, dos Conselhos Municipais  da Saúde, da  educação etc.
Uma parcela significativa da nossa população  desconhece os direitos e interesses coletivos. Ou seja,  nem sabem como usufruir (legitimamente) de todas as benesses oferecidas pela cidade, e por isso não se preocupam em dar uma parcela da sua colaboração para torná-la  melhor. Basta andar pela cidade e perceber quantos indivíduos jogam lixo no chão, quantas paradas de ônibus foram depredadas, quantas lixeiras foram quebradas, quantos motoristas deixam de cumprir com a sinalização de trânsito, quantas árvores foram quebradas na via pública, quantos não conservam a calçada defronte da sua casa, e assim por diante. E isso não ocorre somente aqui em Moreno,e nem tampouco é exclusividade das grandes metrópoles.
É interessante  vermos , todos reclamando, de forma legítima, que  o poder público tome as devidas providências para sanar todos os  problemas, mas acabamos esquecendo que toda  essa apatia  vai  custar muito caro para os nossos próprios bolsos.
Será  que  o  digníssimo  cidadão e eleitor está dando a sua contribuição para melhorar a nossa cidade?

domingo, 23 de agosto de 2015

MORENO NÃO PODE PARAR NO TEMPO

Ednaldo Tintino
Ednaldo Tintino
Ainda  sou a favor da criação a moda antiga, onde meu pai só bastava olhar pra mim e eu já entendia tudo... Existia mais respeito entre Professor e Aluno  e humanidade entre famílias e   pessoas, vivíamos mais e para nosso Município, eramos felizes e não sabíamos, nossas festividades Pública e Privada eram mais respeitosas e contagiantes, havia mais emoção, brincávamos com mais alegrias as  coisas eram feiras com pensamento positivo, trabalhávamos mais não só o Crescimento mas também o desenvolvimento de nossa Cidade.
 Foi uma alegria para todos nós a formatura de nosso primeiro, Médico, Padre, Advogado  e tantos outros  profissionias, hoje é uma coisa que já caiu no comum e o pior agente não vê o tão esperado Crescimento com Desenvolvimento, nosso município parece que parou no tempo, acredito ainda que exista a luz da esperança no fundo do poço e  que possamos reverter esse quadro  para que  nossos filhos e netos possam usufruir de bons momentos em nossa Cidade, pois a esperança é a última que morre e enquanto a vida à esperança.

CASA DA MULHER DO NORDESTE

Casa da Mulher do Nordeste"CMN está em Campanha para reformar a Casa Rosa, do Residencial Miguel Arraes, em Afogados da Ingazeira, Sertão do Pajeú. Queremos um espaço para as mulheres se reunirem e poderem desenvolver atividades de geração de renda, e para as crianças um cantinho para leitura. Vamos tornar esse espaço acolhedor. Junte-se a nós e apoie essa campanha! 
Você vai beneficiar mais de mil famílias."
CMN está em Campanha para reformar a Casa Rosa, do Residencial Miguel Arraes, em Afogados da Ingazeira, Sertão do Pajeú. Queremos um espaço para as mulheres se reunirem e poderem desenvolver atividades de geração de renda, e para as crianças um cantinho para leitura. Vamos tornar esse espaço acolhedor. Junte-se a nós e apoie essa campanha!
Você vai beneficiar mais de mil famílias.
Clique na página www.kickante.com.br/casarosa e faça sua doação!
Matéria  enviada pela  Professora Juliana Silva









sexta-feira, 21 de agosto de 2015

MORENO - SECRETARIA DE SAÚDE


 Quando o  posto  Heráclito Montenegro voltará  a funcionar?
Esperamos  que  no  retorno  das suas  atividades  haja médico (a), enfermeiro (a), vacinas, remédios, dentista  e todos  os serviços inerentes  a  um posto de saúde . O  grande  avanço  que poderíamos  ter  nessa área    seria   o  pleno funcionamento  de todos  os postos de saúde   do município,  de modo que garantisse   uma  boa prestação de serviço   a  todas as comunidades . Apesar  de  sabermos  que os   problemas relativos a diversas  áreas do serviço público   não  é privilégio  único e exclusivo de Moreno  entendemos que    a situação fica insustentável   quando não existe   transparência   por parte   do gestor do município.
 Como  funciona o conselho  de saúde do município? 
 Como são apresentados  os esclarecimentos  e  prestação de contas   das despesas   com a sáude do nosso município ?
Por que   essa prestação de contas não é amplamente  
divulgada?
 Perguntas  dessa natureza  independe   quem  seja o prefeito  e a que partido ele pertence.
Perdemos  tempo e palavras   quando  os atemos   apenas  a quem  será o próximo  prefeito já que nas  administrações anteriores  vivenciamos  essa mesma falta de transparência . O que devemos fazer é  cobrar  autonomia dos conselhos   e   que haja  uma  real tranparência   das contas públicas  do nosso município.  A isso  chamamos de cidadania .

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

MORENO - SEMPRE DANDO COM OS BURROS N'ÁGUA




O  esgoto  corre a  céu aberto  nas ruas de Moreno devido ao   vergonhoso  serviço de  saneamento básico  feito  na  nossa cidade  pela Compesa  durante  gestão  anterior a de Dilsinho  Gomes. Com    frequência   as bocas de lobo  estouram  e  deixam  escoar  na principal  avenida da cidade água  de  fezes   que  são  jogadas pelos  automóveis  nos pedestres,  dentre  tantos  outros   absurdos  que  não são de hoje  e continuam atormentando a vida do morenense   e o que vemos  é   discurso   chocho  de uma câmara de vereadores   que   tenta   de forma  falaciosa   incutir na mente das pessoas  que  todos os problemas existentes na cidade  são de autoria única e exclusiva   da  gestão atual,  quando na verdade   a grande culpa  de Dilsinho Gomes  foi   o não cumprir   o que prometeu , ou  seja,  Tirar  Moreno  do abismo e  caos   em que há muito tempo estava  mergulhado. 
Sabemos que todos esses discursos  visam apenas  justificar o injustificável, ou seja ,  a falta de capacidade   da nossa  Câmara de vereadores .
Apesar  do  velho clamor popular   de mudar a câmara  de vereadores  , sabemos  que  que  isso nunca funcionou. pelo simples  fato de estarmos sempre trocando seis por meia dúzia,  já que  a disputa  é sempre  feita   objetivando  por   a mão  num bom salário e  só faz uma boa campanha  quem tem dinheiro. Vereador deveria  receber um salário que  não justificasse  gastar  tanto  para ser eleito e  a população  fosse capaz  de  mediante  uma ação popular  tirar o mandato do vereador  que indicasse  pessoas para cargo público  e  recebesse qualquer verba do poder  executivo   ou  de quaisquer outro setor  para aprovar   determinado projeto.
Mas infelizmente essa proposta não agrada quem se beneficia do poder .
Então, sempre estaremos dando com os burros n'água,  como diz um vleho dito popular.  
   

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

terça-feira, 18 de agosto de 2015

UM GRITO SEM ECO.


 A incapacidade de um povo em se orientar politicamente conforme seus próprios interesses. Crença na operosidade de instrumentos inoperantes, de um lado; desinteresse total pelos fatos políticos, de outro. E, em sua forma mais grave - recusa em decidir o próprio destino, de raciocinar, de traçar seu próprio projeto; criação do mito do Chefe político, do Salvador da Pátria retrata o povo de Moreno. Por aqui tudo  se resume a briguinhas  políticas de compadre e comadre que  sempre   acaba em tréguas e alianças  no  ano de eleição objetivando  apenas o poder pelo poder , ou seja , farinha do mesmo saco, cena de um teatro com o mesmo roteiro  apenas  com a mudança dos atores. Para os raríssimos  eleitores que   ainda   possuem  pelo menos   um  grama   de  raciocínio é fácil  observar  que no momento   atual   as nossa  alquebradas lideranças   tramam   nos bastidores   as mais  vergonhosas  articulações  objetivando  apenas o poder pelo poder. Enquanto  tudo  isso  acontece  o povo  alimenta  a continuidade    de uma câmara de vereadores  que  além da sua inércia  consome   uma  valiosa parcela de dinheiro público   com salários de vereadores e assessores   que poderia ser utilizado   em melhorias de serviços para  a população. 

Infelizmente   o modismo   dos protestos   não  consegue   criar  na população   a   noção que  não adianta   trocar de  prefeito  ou de  vereadores,  já que a troca seria o mesmo que  trocar   seis por meia dúzia. Precisamos criar  a   consiência  de que   vereador não é profisssão por esse motivo   não se  justifica seus altos salários  e   que  prefeito bom é   
aquele   que  está constantemente   sob   pressão  e  fiscalização   da  sociedade   e dos  vereadores  cobrando, propondo e exigindo  transparência em todos  as ações  da  sua  gestão. 

domingo, 16 de agosto de 2015

DOIS CAMINHOS




DIREITA OU ESQUERDA? É UMA QUESTÃO DE CARÁTER?

Neuza Oliver FranquiCompanheiros, tenho visto a página de muitos que não colocam nela os posts que colocam nos grupos. Acredito que na tentativa de evitar confrontos políticos entre família e amigos. Penso que esse seria um espaço p/ com RESPEITO, ajudarmos aqueles que não compreendem, a pensar e entender a realidade Brasileira e de conhecerem um pouco a história passada e a atual de nosso País. A pergunta é: Será que escondendo nossa escolha política, estamos colaborando p/ uma sociedade mais consciente e justa? Será que evitando confrontos agora, estaremos criando uma relação familiar ou amistosa de respeito? Será que é assim que estamos dando exemplos p/ que as novas gerações assumam suas opções seus ‘SER”? É esse o futuro que queremos p/ nossos filhos, netos, etc, um esconde, esconde onde ninguém conhece ninguém, e nem a “SI” mesmo? Acredito que, o objetivo de nossos grupos e posts seja, unir a nós de esquerda, PT Governo e Apoio, e informar a toda a sociedade as verdades e os legados do Governo que a Mídia vem escondendo e principalmente tentar conscientizar os Analfabetos Políticos, portanto se colocarmos essas verdades, somente em nossos grupos, com certeza, nossos objetivos não estarão sendo atingidos. Enfim, é bom pensarmos, se a opção de esquerda ou direita é uma questão de CARÁTER, vale a pena nos escondermos? (Neuza Oliver Franqui, 66 anos, Psicóloga Clínica.)

sábado, 15 de agosto de 2015

Dilma está cercada por hipócritas


Dilma_Hipocritas01
Hélio Doyle, via Brasil 247 em 9/7/2015
Há várias palavras e expressões que podem transmitir bem o que acontece hoje no meio político em Brasília. Corrupção talvez seja a primeira a ser pensada, vem automaticamente. Crise é outra. Ou ajuste fiscal, reforma política, maioridade penal, pedalada, superávit primário. Mas há uma palavra que reflete melhor o que acontece hoje em Brasília: hipocrisia.
Pois hipocrisia é o que mais há nos meios políticos. São muitos os exemplos. Um deles é querer localizar a corrupção em um partido, um governo e uma empresa estatal. Todos sabem que a corrupção em empresas estatais é antiga e vem de muitos governos atrás. E que partidos e políticos que hoje posam de vestais já se locupletaram à larga quando estiveram em governos federais e estaduais, e continuam se locupletando onde ainda estão.
Esses hipócritas apontam o dedo como se nada houvesse contra eles, descoberto ou ainda encoberto – em boa parcela por omissão interessada de segmentos do Ministério Público e da Justiça. Posam de bons moços, como se seus governos tivessem sido exemplos de austeridade com o dinheiro público e combate à corrupção. Não foram e não são.
E, em mais um gesto de hipocrisia explícita, esses que tanto falam da corrupção no desvio de dinheiro em empresas estatais defendem veementemente a continuidade do financiamento de campanhas eleitorais por empresas. Sabem que daí, embora não exclusivamente, é que vem grande parte dos superfaturamentos em obras e serviços e desvios de dinheiro público. Mas como é bom para eles, que fazem suas campanhas e ainda enriquecem com as “sobras”, querem que a fonte da corrupção permaneça.
Outra hipocrisia: partidos neoliberais e conservadores combaterem as medidas de ajuste fiscal propostas pelo governo e aprovarem medidas que sempre chamaram de populistas, demagógicas ou irresponsáveis. Para desgastar o governo e se cacifar na população insatisfeita, aprovam o que jamais aprovariam se estivessem no poder. Às favas com os escrúpulos, como disse o ministro da ditadura ao assinar o AI-5.
Há muitas outras manifestações de hipocrisia nos meios políticos. Pode a Câmara falar em moralidade quando seu presidente é Eduardo Cunha? Podem deputados e senadores interessados na continuidade de seus mandatos e de olho nas próximas eleições aprovar uma reforma política de verdade? A Câmara, o Senado, as assembleias legislativas, as câmaras de vereadores e a espantosa Câmara Legislativa de Brasília dão continuidade ao que são há muitos anos: balcões de negócios com disfarce de casas legislativas. A “reforma política” é para que continuem assim, e que os que hoje são congressistas possam continuar sendo e alçar voos maiores, em busca de melhores negócios.
Infelizmente é assim: muita hipocrisia. E ainda haveria muitos casos a narrar, no Executivo, no Legislativo e no Judiciário. Sem falar no Tribunal de Contas da União, para onde vão políticos e protegidos de políticos que fingem julgar com rigor e imparcialidade as contas dos outros e gastam desbragadamente o dinheiro público. Hipocrisia, claro.

EU APOIO

Qual será nossa resposta   para o silêncio  de  todos os candidatos a vereadores   com relação  a essa proposta ?
E nós moreneneses  como vamos nos posicionar  com relação a essa questão?
Caso  não haja   nenhuma ação do povo   é sinônimo que  conivência.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

O PAPEL DA IMPRENSA

Hideraldo Montenegro
Nos momentos mais duros e difíceis, quando a recente ditadura militar mantinha uma censura cruel e implacável em todos os níveis, lutávamos e sonhávamos ter no país uma imprensa livre e crítica e, assim, contribuísse para que as pessoas saíssem da alienação. Sonhávamos também que as pessoas reagissem e aprendessem a manifestar-se nas ruas.
Naquele período, as principais manchetes nos jornais, revistas, rádios e telejornais eram sobre futebol, enquanto as coisas que aconteciam de relevante e fundamentais para o povo permaneciam intocadas pelos meios de comunicação. O povo dormia em berço esplendido sobre o som do “Eu te amo, meu Brasil” e a empolgação com a conquista da copa do mundo de futebol de 1970. O povo impassível era alimentado em sua alienação pela imprensa. 
Parecia que a imprensa se prestava mais ao papel de publicitário do governo, enquanto a inflação corria solta, enquanto pessoas eram torturadas e mortas, enquanto o desemprego e a pobreza eram alarmantes, enquanto o FMI manda e desmandava na política econômica do país, enquanto a censura coibia a arte de expressar-se livremente, enquanto os movimentos sociais eram sufocados. O silêncio e a conivência da imprensa eram lugar comum. Tínhamos no geral uma imprensa bajuladora. Muitos órgãos de imprensa tinham interesse em manter as coisas como estavam. Tinham interesse em manter intocáveis certos assuntos. Como se diz: “tinham rabo preso”, pois, estavam beneficiando-se em fazer o jogo do governo. Assim, eram mais bajuladores do que críticos.

Para conseguir conquistar a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa, muitos foram perseguidos, torturados, mortos ou simplesmente, colocados no ostracismo pela mídia. Hoje, graças a resistência daqueles que lutaram por um país livre e democrático, vivemos plenamente o direito de expressão, incluindo, inclusive, as atuais redes sociais. Chegamos ao ponto extremo, aonde toda tolice e qualidade duvidosa ganha espaço e visibilidade. Mas, é salutar, de certa forma, pois, isso faz parte do aprendizado democrático. Ainda estamos aprendendo a praticar a democracia em todos os níveis. E, não há outro jeito. Para aprendermos só a prática pode conduzir-nos a experiência da tolerância com opiniões divergentes. Nesse sentido, podemos dizer que, apesar das aparências contrárias, estamos evoluindo. E, é justamente isso que não pode ser interrompido.

Hoje, assistimos uma imprensa mais livre (no sentido que pode falar o que quiser) e puder ser mais crítica. O fato é que uma democracia só pode fortalecer-se com uma imprensa livre, que possa denunciar os desmandos, os abusos e a incompetência dos governantes. É uma pena, contudo, que boa parte da imprensa brasileira não seja tão livre, pois, estar condicionada aos seus interesses econômicos e, assim, ainda permanece tendenciosa. Critica veementemente aqueles que não lhe dá espaço, ou melhor, quem não favorece seus interesses econômicos e continua a bajular aqueles que lhe favorece economicamente.
Hoje, vivemos um paradoxo: desejávamos vê o povo manifestar-se livremente nas ruas, contudo, o que assistimos é uma massa de manobra ir às ruas induzidas pelas elites econômicas, impulsionada por esses meios de comunicação que desejam exclusivamente defender seus interesses econômicos a despeito de qualquer avanço social.
Desejávamos a liberdade de expressão e temos que assistir aqueles que detém o poder, como formadores de opinião, utilizarem suas forças para benefícios escusos, camuflados de arautos da liberdade, mas não passam de lobos em peles de cordeiros. Conseguem a simpatia dos incautos, ignorantes e reacionários de plantão. Tática fácil e covarde.
Mas, seja como for, essa luta dialética vai fortalecer-nos e fazer evoluir democraticamente, pois, enfim, precisamos agora aprofundar a essência da democracia: a liberdade.

É importante que a imprensa continue denunciando tudo que nos afete socialmente, inclusive, toda tendência golpista que nos retire essa liberdade.
Não podemos esperar que a imprensa seja favorável a qualquer governo, não é esse o seu destino, apesar de que, na prática, sempre existem aquelas que fazem justamente isso.

É muito bom que o povo brasileiro está indo para a rua, que está descobrindo sua força. É importante que a imprensa tenha liberdade de exercer um posicionamento crítico. Porém, é pena que esse aprendizado está em risco, justamente porque há um segmento da imprensa que está utilizando esse espaço democrático para, contraditoriamente, o colocar em xeque. É uma pena que, estimulados por uma imprensa comprometida apenas com os seus interesses econômicos, embora, finja agora ser livre, ainda existem aqueles que deixam ser enganados e induzidos por manipulações mascaradas que, no fundo, escondem posições elitistas e antipopulares, de fato.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

RUAS E AVENIDAS ESBURACADAS


Prefeito que não tapa buracos, não retira devidamente o  lixo e entulhos   das  ruas  e avenidas  da cidade,  e deixa as praças abandonadas   é como santo que não  obra milagre, o retrato pode  cair da  parede.    Apesar de   entendermos que   na administração pública   existe  uma enormidade de serviço que devem ser   prestados  a  comunidade   o que mais se destaca e  serve como vitrine, cartão  postal  do  administrador   é o estado de   conservação  das ruas, praças  e avenidas da sua cidade,  quando   esse tipo de  serviço  é   feito de forma irregular  ou  inexiste   a administração  esta fadada ao fracasso.
No dia em que  o contribuinte  tomar consciência   de que o dinheiro  público  é fruto do imposto que pagamos   e começar  a cobrar  transparência na utilização de todos os  recursos   do município   iremos de forma  paralela aprendendo  a votar   no vereador  que  utilize seu mandato  para fiscalizar e  cobrar juntamente com a população   a melhoria de todos esses serviços que temos direito,  e  não veremos mais vereador sendo eleito porque  encaminha  pacientes   para os hospitais  público   de  Recife   com o objetivo de obter votos   por  um serviço   que é  de obrigação exclusiva do  governo. Enquanto  esse tipo de vereador existir  nada muda , permaneceremos tapando o sol com a peneira ,  numa troca criminosa  de voto  pela  saúde das pessoas  contribuindo dessa forma com  um clico  vicioso  de  políticos  que  utilizam seus  cargos  de forma  exclusivamente mercenária. 

       

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

SÓ VOTE NO CANDIDATO QUE DEFENDER O SALÁRIO DE R$ 930,00 PARA VEREADOR .

vereador08-10-08


É deveras interessante  vermos  a  efervecência  política   envolvendo  os possíveis  nomes   que postulam  o cargo de    prefeito   de Moreno,   quando  as  eleições  e campanha  politica  só serão  iniciadas no  próximo ano,  depois de  muitas articulações e  alianças   esdrúxulas  onde   irá imperar o jogo de interesse e  a  barganha  política  bem  como  as   negociações  realizadas  nas caladas da noite,  onde muitas delas  com  certeza serão desmanchadas  antes da  madrugada chegar, dependendo   de quem dá mais  e em troca de que . 
Como somos  pobres e  ingênuos,   a ponto de nos iludirmos  novamente com o discurso  da chegada  do "novo  velho" da "pizza requentada"  dos  desmandos   e incompetências  administrativas   precocemente esquecidas  devido  a fragilidade   e  insuficiência de neurônio  dos nossos  eleitores . 
Com certeza  o tema  , escolha do candidato , terá muito  mais audiência  que   o  questionamento  levando  pelo  blog  Acentelha  com relação aos vergonhosos sálarios recebidos pelos  vereadores  e  prefeito de  Moreno. Infelizmente   nem os  candidatos  da situação  nem tampouco  os  ditos arautos  da esquerda  morenense   são   capazes  de  defender  nem  divulgar um tema  dessa natureza   pelo simples  fatos  de  não possuírem  interesse ,  a não ser  pelo  poder.
Enquanto isso   os "políticos" de  Moreno  já  começam a   imaginar  os bolsos recheados com um salário  absurdo enquanto o  povo  no auge da  inorância   permanecerá  aplaudindo  e achando  tudo lindo e maravilhoso.  A isso chamamos de continuismo . 

Será  que  teremos o prazer de  ver   na próxima campanha  um   candidato que defenda  um  salário  de  R$ 930,00  como remuneração do  vereador ?

 Se isso não acontecer  é porque todos são mercenários e  querem apenas  um  emprego,  para dar  contiunuidade  a existencia  da  profissão  de vereador  e  a câmara  como sendo  uma  empresa.
   

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

QUAL É MESMO A FUNÇÃO DA CÂMARA DE VEREADORES?



A câmara de vereadores de  Moreno  trabalha na contra mão  e parece  que o seu principal  lema é  levantar a bandeira do obscurantismo, da falta  de transparência . Tivemos informações que representantes do sindicato  dos professores  estão encontrando  a maior dificuldade   para conseguir   uma simples cópia  de  um projeto  enviado  pelo prefeito  a câmara de vereadores, dificuldade  que já  começa  a ser   imposta  por  um funcionário daquela casa .  Daí surgem as  perguntas : Por onde anda o presidente do legislativo   que deixa  um   funcionário   determinar   quando  as solicitações  do  povo  e da sociedade organizada devem  ser atendidas ?  Que presidente é esse que  não determina o que  seus subordinados  devem fazer  e  quais  são suas  limitações e competências?
É triste vermos  um poder  emanado  do povo  atender  aos apelos  da sociedade organizada  e ainda por cima  cultiva a falta de transparência.  

domingo, 9 de agosto de 2015

ARRANQUE OS RÓTULOS

lounge-empreendedor-arranque-os-rótulos
Infelizmente, desde muito cedo aprendemos não só a dar nomes a tudo o que conhecemos, mas também a colar a elas certos rótulos. Atribuímos conceitos fechados e com significados estanques, permanentes e, muitas vezes, imutáveis até mesmo para as pessoas. Pessoas não cabem em caixinhas. Não se podem definir. Ninguém é apenas mocinho ou bandido. Quem é vivo, surpreende. E quanto mais preconceituoso, dogmático e inflexível for o rótulo que você escolher, menos você se deixará surpreender.
Na verdade, rótulos existem para identificar o conteúdo, as características ou a composição de um produto. Toda vez que alguém identifica outra pessoa com algum rótulo, reduz um ser humano à categoria de produto, que, no entanto, depende de uniformidade para existir. Não podemos ser produtos!
lounge-empreendedor-arranque-os-rótulos
Cada um de nós tem aspectos e formas diferentes, definidos de acordo com contextos, transformados pelo convívio e idealizadas a partir das circunstâncias. Quando se fala, portanto, que “a mulher de antigamente era criada para ser dona de casa” e “a mulher de hoje é criada para ser uma executiva e conquistar o mundo”estamos apenas trocando uma etiqueta por outra. É preciso haver mais. Existe mais conteúdo – complexo e indefinível – a ser visto por baixo dos rótulos.
Eu, por exemplo, conheço homens de todos os tipos: aqueles que gostam de futebol, outros que se encantam por carros, que sabem fazer churrasco, que gostam de comida japonesa, que podem parafusar quadros nas paredes. Nada disso, lhes faz mais ou menos homens.  Assim como conheço mulheres mais ou menos delicadas, que sabem manejar prego, martelo e furadeira, que adoram cozinhar ou que mal sabem ferver uma água. Algumas ricas, algumas pobres. Nada disso fez qualquer uma delas mais ou menos mulher, melhor ou pior. O fiel da balança é sempre algo que não se explica e que não cabe em planilhas.
Precisamos de coragem para olhar a vida de frente, de olhos abertos, dispostos a enxergá-la em sua amplitude, o que inclui o belo e o feio, o agradável e o desagradável, a luz e a escuridão. Chega de dominantes e dominados! Se somos todos iguais, somos todos singulares também. E isso é simplesmente M.A.R.A.V.I.L.H.O.S.O.
Enquanto insistirmos em rotular as pessoas, acreditando que quem se comporta assim, ou quem se veste de determinada maneira é isso ou aquilo, continuaremos condenados a apenas substituir as etiquetas. É claro que temos o direito de querer ou gostar daquilo que nos for melhor. Nosso direito de escolha nada tem a ver com a inteligente decisão de parar de rotular. Mas fica aqui uma dica: no desconhecido e diferente você também poderá descobrir lindos caminhos em si e nos outros. Sem etiquetas.

*Texto inspirado em Dra. Rosana Braga

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

PREFEITURA DO MORENO REALIZA SERVIÇO DE LIMPEZA NOS CÓRREGOS DA CIDADE



Os serviços de limpeza e desobstrução dos riachos e córregos foram reiniciados na manhã de hoje (03) em Moreno. O trabalho tem o objetivo de evitar alagamentos, transtornos à comunidade e facilitar o escoamento da água.

Já no primeiro dia foram recolhidos uma grande quantidade de entulhos, resíduos e vegetação. É importante a colaboração de todos para que não joguem resíduos nos riachos e córregos, evitando assim alagamentos e transtornos para todos.
 — emPrefeitura do Moreno.